Atividades físicas por conta própria: qual o problema causado?

Categorias: Educação Física
Tags: ,
Escrito por:

A famosa frase “falta de tempo” está na memória de muitas pessoas.

Difícil ouvir isso, mas “falta de tempo” infelizmente é considerado como falta de métodos!!

Sem tempo para academias, muita gente prefere exercitar-se por conta própria. A prática incorreta de exercícios é prejudicial à saúde, já que não há o acompanhamento de um profissional capacitado e competente para tal função.

Na atualidade, cresce mais o número de praticantes de exercícios que treinam por conta própria nas academias ou em suas próprias residências. Isto é causado pela facilidade de acesso a algumas informações sobre treinamento adquiridas pela própria internet, revistas, vídeos ou pela vivência nas academias. Porém, ao treinar por conta própria estes indivíduos deixam de contar com o auxílio e o conhecimento dos professores de educação física e até colocam sua saúde, física e mental em risco.

Podemos considerar que o maior fator de risco num treinamento por conta própria são as lesões. As lesões podem ocorrer por gestos motores realizados incorretamente, onde as posturas incorretas colocam a coluna vertebral e as articulações em descompensação de cargas, riscos de lesões articulares e desvios posturais, levando o corpo a fadiga muscular e mental, causando muitas vezes excessos de treinamento, o conhecido overtraining.

É necessário o auxílio de um profissional de educação física nas atividades para evitar lesões, levando em consideração, à forma de execução dos exercícios, para que estes sejam realizadas corretamente sem colocar a estrutura corporal em risco e mantendo o aluno apto para o treinamento sem que este fique acometido de dores na coluna e nas articulações, assim como orientações também quanto à sobrecarga de treino, tempo de repetição e séries utilizadas em cada aula.

A importância do profissional de Educação Física é extrema nesta área, pois ele é o único profissional habilitado e que tem conhecimento para ministrar a prática da atividade física e do esporte com segurança e coerência na busca dos objetivos procurados pelo praticante.

Sua função não será repassar exercícios a um aluno, ou verificar as lesões, as fraturas, os distúrbios hormonais e as mudanças no humor que devem preocupar os praticantes de atividades físicas, mas a necessidade de saber se há algum problema cardíaco, respiratório ou articular que, sem orientação, tornam a atividade física muito mais perigosa.

A facilidade do profissional em descrever um exercício é imensa, pois o profissional de educação física tem um conhecimento de áreas especificas para atuação no treinamento corporal, como anatomia humana, fisiologia geral, biomecânica, treinamento desportivo, musculação, ginástica geral, incluindo especial e corretiva, filosofia do exercício, psicologia, estrutura de ensino e outras que o ajudam a prescrever exercícios.

Quando se prescreve um treinamento, deve-se levar em consideração uma serie de fatores, como divisão da rotina semanal de treino, tipo de série a ser utilizada, número e ordem dos exercícios, número de exercícios por grupamentos musculares, números de series e repetições, percentual de sobrecarga, intervalo entre as séries e os exercícios, velocidade de execução dos movimentos, entre outros.

O profissional de educação física, também conta com conhecimento em relação à alimentação e suplementação, mesmo não sendo permitido a ele prescrever dietas e suplementos.

Mas através de conversas com o professor adquirimos muitas informações sobre o que é melhor utilizarmos em relação a suplementos e nossos objetivos, e em relação aos quais tipos de alimentos devemos consumir e os horários mais adequados para o consumo de cada um deles.

Exercícios físicos podem causar lesões, fraturas, distúrbios hormonais e mudanças no humor. Estes feitos, que são nocivos ao ser humano estão em qualquer atividade física sem orientação de um professor de educação física.

É importante saber que o aluno não orientado, pela ausência de conhecimento fisiológico e anatômico no exercício, pode levá-lo a exaustão, inclusive com risco de morte por carga excessiva no sistema cardíaco e respiratório.

O treino por conta própria não traz muitos benefícios, muito pelo contrário, uma vez que sem acompanhamento profissional adequado, podemos demorar a atingir nossas metas, sejam elas físicas ou mentais, além do risco de lesões, o que deixaria fora de uma atividade física ou até de momentos de prazer no cotidiano.

Procure sempre um profissional qualificado nas suas atividades físicas e boa sorte!!!!

Sobre Feed do Autor

• Autor do livro: “Atividade física: Tudo o que você queria saber sobre Qualidade de vida e promoção da Saúde em diversos Aspectos” – Ed. Farol do Forte. 2010 • Professor Pós Graduado em Bases Fisiológicas e Metodológicas do Treinamento Desportivo pela UNIFESP – Universidade Federal de São Paulo • Graduado em Licenciatura e Bacharelado em Educação Física pela UNISA – Universidade de Santo Amaro/S.P. e Aluno Especial pela USP – Universidade de São Paulo • Docente no curso de Licenciatura e Bacharelado em Educação Física pela UNIBAN – Universidade Bandeirante do Brasil • Possui experiência na área de Educação Física e no Ensino Superior na área de Educação e Educação Física, com ênfase em Filosofia, Sociologia e História; Educação física Adaptada e Atividade Física para Saúde. • Possui trabalhos, orientações acadêmicas e publicações nacionais direcionadas aos temas Educação e Educação Física. • Autor em mais de 500 publicações em artigos em revistas, jornais e sites da Internet. * Contato: [email protected]

3 comentário para “Atividades físicas por conta própria: qual o problema causado?”

  1. Juliana Fernandes diz:

    sua materia e muito boa,fasso Educação Fisisca e estou estudando isso !

    Muito boa,você esta de Parabéns !

    *-*

  2. Gilberto Fernandes diz:

    Gostaria de incluir seus artigos no meu site. Caso aprove solicito envio. Atenciosamente. Gilberto Fernandes.

  3. Elisandra diz:

    Sou acadsemia de Educação Física, estou na nreta final, peço sua ajuda se possivel, vou ler seu artigo.
    Meu assunto é sobre Academia, mais o que ainda estou vaga.
    Desde ja agradeço
    Elisandra

Deixe seu comentário

Serviço 100% gratuito

Escreva artigos com facilidade e ferramentas divertidas de usar

Aumente sua credibilidade pessoal e reconhecimento

Conquiste novos clientes mostrando seus conhecimentos